ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Paraná vence Serrano, fica perto da classificação e complica adversário
Éverton faz gol da vitória paranista num jogo em que Tricolor sofre pressão no final
Segunda-feira, 08 de março de 2010
 
 

O Paraná venceu o Serrano por 1 a 0 na tarde deste domingo (7), no Estádio Newton Agibert, em Prudentópolis. Éverton fez o gol paranista e colocou o Tricolor no G-8 com 17 pontos. O Serrano permanece com 10 pontos e está ameaçado de ser rebaixado já na próxima rodada.

Na próxima rodada, o Paraná receberá o já rebaixado Nacional na Vila Capanema. O Serrano jogará sua vida no clássico dos Campos Gerais contra o Operário no Germano Krüger. Ambos os jogos estão inicialmente marcados o próximo domingo (14).

Primeiro tempo de poucas chances tem vantagem paranista

A partida começou bastante truncada e brigada no meio de campo. Tudo começou a se abrir quando, aos 9 minutos, João Paulo cobrou escanteio da direita e o zagueirão Irineu acertou o travessão em uma boa cabeçada.

O gol não tardou. Aos 11 minutos, Márcio Diogo recebeu perto da área, fintou o defensor e foi travado. A bola subiu e sobrou para o jogador de 23 anos pegar de primeira e abrir o marcador. O camisa 10 teve a chance de fazer mais um ao arriscar de longe aos 17 minutos. A bola passou sobre o gol.

Atrás no marcador, o Serrano também teve algumas chances. Aos 19 minutos, Massai arriscou de longe, mas o chute saiu torto. Aos 22 minutos, foi a vez de Bruninho Guerreiro receber na frente, ver Juninho adiantado e tentar por cobertura, porém sem direção. O paranista Vinícius, aos 30 minutos, também arriscou de longe e a bola foi sobre o gol.

O campeão de arremate de longe no primeiro tempo foi o goleiro Juninho. Aos 31 minutos, o goleiro do Serrano, Val, interceptou ataque do Tricolor e lançou Renaldo. A bola parou em Juninho, que viu o adversário fora da meta e bateu da área. Val voltou a tempo e evitou um gol histórico.

Aos 32 minutos, Marcelo Toscano chegou perto da área e bateu cruzado para boa defesa de Val. A resposta do Serrano foi aos 40 minutos, quando Hugo cruzou para Thiago Bocão e o volante cabeceou sobre o gol.


Paraná resiste à pressão e a estrela de Juninho brilha

Atrás no placar, o Serrano se obrigou a ir para cima com todas as forças para buscar o empate. Pressionado, o Paraná viu a estrela do goleiro Juninho brilhar.

A primeira chance da segunda etapa, mesmo assim, foi do Paraná. Marcelo Toscano, aos 3 minutos, cabeceou e Val defendeu, evitando a chegada de Márcio Diogo. O Serrano respondeu aos 11 minutos com Jonathan recebendo cruzamento de Jorginho em escanteio batido do lado direito.

O Paraná tentou alguns contra-ataques. Num deles, aos 16 minutos, Elvis recebeu lançamento e tocou para belíssima defesa de Val. A defesa fez o Serrano ganhar ânimo. O Tigre da Serra teve uma bela chance aos 18 minutos, quando Jorginho bateu falta da meia-lua e Juninho fez uma defesa sensacional.

A pressão do time de Prudentópolis se consolidou quando o experiente Renaldo tocou para Thiaguinho, que chute sobre o gol, distante poucos centímetros de empatar a partida. O Tricolor reagiu com duas jogadas. Aos 25 minutos, André Luiz, que re-estreou durante a partida, apareceu na ponta direita e bateu forte para a defesa de Val. Aos 34 minutos, João Paulo bateu de longe e ficou perto de ampliar com a bola passando à direita.

O Serrano, vendo a permanência na elite por um fio, insistiu, mas aos 36 minutos, Thiaguinho arriscou cruzado e Juninho evitou o gol. Em um belo contra-ataque, Marcelo Toscano, aos 37 minutos, costurou a zaga e bateu torto.

Contra-ataque era o modo de jogo do Paraná na segunda etapa. Aos 38 minutos, Jorginho bateu falta e o Tricolor engatou um contra-ataque com Elvis recebendo na frente para uma defesa sensacional de Val.

Para o Serrano era bola para a frente e sufoco no Paraná. Aos 40 minutos, Jorginho bateu falta na esquerda e Thiago Bocão mandou a bola perto do gol. Três minutos depois, o lance que definiu o jogo: Renaldo desviou uma bola de cabeça e deixou Robinho na cara do gol. O camisa 18 do Tigre chutou à queima-roupa e Juninho fez uma defesa milagrosa.

Ainda tivemos tempo para uma expulsão. Aos 45 minutos, o goleiro Val errou uma saída de bola na intermediária e Igor ficou com o gol aberto para chutar. Thiaguinho apareceu e espalmou. Como ele não era o goleiro, foi devidamente expulso por Evandro Rogério Roman. Porém, mesmo com cinco minutos de acréscimos, nem o Paraná aumentou e nem o Serrano empatou. Ficando 1 a 0 no placar final.

 

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

Rua Diogo Emanuel de Almeida, 234 - CEP: 84435-000 - GUAMIRANGA - Paraná

(42)3438-1148/3438-1157

prefeitura@guamiranga.pr.gov.br

Horário de Atendimento: 08:00 às 12:00 - 13:00 às 17:00

Última atualização do site: 01/07/2022 13:35:44