ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Selecionáveis elogiam Nalbert, e Gustavo diz: ‹Ele é o exemplo da nossa geração‹
Meio de rede conta que se espelha no ex-jogador para ser um bom capitão no Pinheiros, e nova safra da seleção brasileira reverencia o craque
Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010
 
 

Após o anúncio da despedida de Nalbert, nesta quinta-feira, seus ex-companheiros de seleção brasileira fizeram questão de se manifestar. Até mesmo quem está longe. Líder de uma geração vitoriosa, o ex-jogador esteve presente nos títulos do Campeonato Mundial de 2002 e dos Jogos Olímpicos de Atenas-2004, além de contribuir em muitas outras conquistas.

 

- Ele é o exemplo da nossa geração. O líder daquele time. Tenho um respeito muito grande por ele. O Mundial de 2002 foi a nossa grande conquista. Para mim, ele foi o melhor jogador. Naquela final, ele levou praticamente nosso time nas costas - lembrou o central Gustavo, também campeão em 2002 e 2004.

 

O meio de rede contou que aprendeu muito com o ex-jogador. Atual capitão do Pinheiros, ele disse que tem Nalbert como exemplo para atuar na função.

 

- Hoje tento ser tão líder quanto ele. Meu modelo de capitão é o Nalbert.

 

O central Rodrigão, outro campeão em mundial e olímpico, ressaltou que o ex-capitão é um dos atletas mais vitoriosos da história do esporte brasileiro. Segundo ele, além de um cara espetacular, Nalbert é querido por todos e amigo de quem está ao seu redor. O levantador Marcelinho faz coro com o meio de rede.

- Conheço o Nalbert há anos. Desde as categorias de base, jogamos juntos, nos enfrentamos, e sempre fomos muito amigos. Ele foi um dos jogadores mais completos que o vôlei brasileiro já teve. Na minha opinião, foi um dos melhores, porque ele é diferente, e é difícil achar alguém com o estilo dele, com o tipo de jogo dele. Quem o viu jogar, quem jogou do lado dele é privilegiado. Nalbert fazia tudo muito bem.

 

Na Rússia, o ponteiro Dante soube da aposentadoria de Nalbert e revelou que o tinha como espelho. Jogador do Dínamo de Moscou, o também medalhista mundial e olímpico contou que sempre observou o jogo, a habilidade, a qualidade em todos os fundamentos e, principalmente, a postura do ex-capitão.

 

- Nalbert sempre foi um jogador determinado, essa é uma de suas maiores características, e muito disciplinado, dentro e fora de quadra.

 

 

 

Nova geração se rende ao capitão do ouro

 

O levantador Bruninho não estava presente nas grandes conquistas da seleção brasileira. No Mundial de 2002 e nas Olimpíadas de 2004, o jogador apenas admirava pela televisão o ídolo, com que um dia gostaria de estar ao lado em quadra. O sonho tornou-se realidade quando o técnico Bernardinho achou que Nalbert poderia brigar por uma vaga para disputar as Olimpíadas de Pequim-2008.

 

Também convocado, Bruninho treinou junto com Nalbert durante alguns meses. Os momentos em quadra foram poucos, mas inesquecíveis para o levantador titular da seleção brasileira.

 

 Mais do que um atleta vencedor, o Nalbert é um mito do esporte e uma das melhores pessoas com quem pude conviver. Ele vai deixar lembranças boas a todos os que gostam do vôlei. Esse cara merece todas as minhas reverências - disse o jogador, em seu microblog pessoal.

 

Nalbert leu o recado de Bruninho e, minutos depois, respondeu.

 

- Valeu o recado irmãozinho! Com certeza, você será uma das minhas melhores últimas lembranças da carreira. Pena que você não nasceu antes...

 

Fonte: Carol Oliveira.Rio de Janeiro

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

Rua Diogo Emanuel de Almeida, 234 - CEP: 84435-000 - GUAMIRANGA - Paraná

(42)3438-1148/3438-1157

prefeitura@guamiranga.pr.gov.br

Horário de Atendimento: 08:00 às 12:00 - 13:00 às 17:00

Última atualização do site: 01/07/2022 13:35:44