YOUTUBE

INSTAGRAM

FACEBOOK

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Falta de certificado prejudica estudantes
Alunos que fizeram o Enem para obter comprovante de conclusão do ensino médio ainda não receberam documento e podem perder prazo para garantir vaga em universidades
Terça-feira, 23 de fevereiro de 2010
 
 

Estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com o objetivo de obter o certificado de conclusão do ensino médio – e aproveitaram para concorrer a uma bolsa do ProUni ou disputar uma vaga em instituições federais – podem enfrentar problemas no momento da matrícula na faculdade. O prazo para o registro acadêmico nas instituições de ensino superior termina nesta sexta-feira, mas o documento não deve ser entregue antes de março – pelo menos no Paraná.

Pelas novas regras do Enem, têm direito de obter o certificado de conclusão do ensino médio estudantes com 18 anos ou mais que fizeram pelo menos 400 pontos em cada uma das quatro provas que compõem o exame e 500 pontos na redação. Débora Pe­­reira de Paiva, 37 anos, tirou bem mais do que o exigido e, com a pontuação, conseguiu uma bolsa de estudos do ProUni em uma faculdade particular de Curitiba. Sem o certificado, porém, ela pode perder o prazo de matrícula na instituição de ensino.

O Ministério da Educação (MEC) afirma que a emissão do documento é responsabilidade das secretarias estaduais e municipais de Educação, e cada uma delas irá definir os procedimentos para a certificação com base nas notas do Enem 2009. “Pro­curei a Secretaria de Estado da Educação do Paraná várias vezes, mas eles me disseram que não receberam as notas do Enem e não sabem o que fazer. A faculdade afirmou que eu precisaria apresentar pelo menos uma declaração de que o certificado está em andamento. Mas a secretaria disse que nem isso poderia fornecer”, conta Débora.

Segundo a superintentendente da Seed, Alayde Digiovanni, o MEC repassou somente ontem as informações necessárias à certificação. Ela ressalta, entretanto, que o documento será emitido apenas pelo Instituto Federal do Paraná (IFPR).

Língua estrangeira

Mas, antes disso, os estudantes ainda precisarão de mais uma prova. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação determina que o currículo do ensino médio deve incluir pelo menos uma língua estrangeira moderna – conteúdo que não foi cobrado no Enem 2009. “Podemos até dar uma declaração de que a pessoa fez o Enem e está credenciada para obter a certificação mediante a realização da prova de língua estrangeira. Mas as universidades têm autonomia para aceitar ou não a declaração”, explica Alayde.

De acordo com o IFPR, o primeiro passo para quem deseja obter o certificado é fazer uma requerimento no portal do Ministério da Educação (sistemasenem2.inep.gov.br/Enem2009/). Depois disso, o estudante deve preencher um protocolo na página eletrônica do instituto (www.ifpr.edu.br), solicitando a participação na prova de língua estrangeira. “Iremos ofertar inglês e espanhol, e o aluno poderá escolher”, explica Zita Castro Ma­­chado, pró-reitora de Ensino, Pes­­quisa e Pós-graduação do IFPR. O exame será realizado em 13 de mar­­­ço, no câmpus do IFPR em Curi­­tiba. “Quem é de fora terá de vir à capital”, afirma. Segundo Zita, informações sobre inscrições e o programa da prova serão divulgados na próxima semana.

 

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

Rua Diogo Emanuel de Almeida, 234 - CEP: 84435-000 - GUAMIRANGA - Paraná

(42)3438-1148/3438-1157

prefeitura@guamiranga.pr.gov.br

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta, das 08h às 12h - 13h às 17h

Última atualização do site: 03/07/2024 09:43:43