YOUTUBE

INSTAGRAM

FACEBOOK

ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Jardim Botânico Fanchette Rischbieter
Jardim Botânico Fanchette Rischbieter
Segunda-feira, 22 de março de 2010
 
 

Categoria: Parques

Telefone: (41) 3264-6994

Site: www.curitiba.pr.gov.br

E-mail: parquesepracas@smma.curitiba.pr.gov.br

Horário de funcionamento:
» Visitas ao Jardim Botânico
Todos os dias: 6h às 21h
No inverno o parque fecha às 20h

» Sala de Educação Ambiental
Terça a sexta: 8h30 às 11h30 e 13h às 17h
Sábado, domingo e feriado: 9h às 18h

» Exposições temporárias do Museu Botânico Municipal
Segunda a sexta: 8h30 às 12h e 13h às 17h
Sábado, domingo e feriado: 9h às 18h

» Jardim das Sensações
Terça a domingo: 9h às 17h
Segunda: não abre
Fechado também em dias de chuva

» Bistrô
Todos os dias: 9h às 18h

» Loja de artesanato e souvenires
Todos os dias: 9h às 18h

Preço: O acesso gratuito ao parque, estufa e Museu Botânico de Curitiba

Descrição: O Jardim Botânico Fanchette Rischbieter é sede de um centro de pesquisas sobre a flora paranaense. É o segundo parque mais visitado de Curitiba - atrás apenas do Barigüi. Com área total de 278 mil m², 40% composta por uma mata fechada com vegetação capões, típicos da região. Dentro da mata, há uma nascente que integra a bacia do rio Paraná, além de espécies como imbuia, xaxim e representantes da floresta atlântica.

Como atração principal, o local tem uma estufa de 420 m² feita de ferro e vidro inspirada no Palácio de Cristal de Londres. Dentro dela, há plantas características de regiões tropicais como caête, palmiteiro, pindaíba e caroba.

Ao redor da estufa está o “Espaço Frans Krajcberg”, temporariamente fechado para reformas. Com 1.740 m², abriga exposições de plantas como orquídeas, bromélias, ikebanas e bonsais. Em frente, há grande jardim com arquitetura inspirada nos jardins franceses.

O Jardim Botânico possui um “Museu Botânico Municipal”, espaço dedicado para realização de trabalhos científicos. Há também a “Sala de Educação Ambiental”, com exposição permanente da flora local. Neste espaço, tem um salão para exposições temporárias como orquídeas e outros tipos de plantas.

O visitante poderá encontrar também um “Jardim de Plantas Nativas”, espaço com bancos para descanso e chafariz que abriga espécies como jerivá, bromélia rainha e manacá-de-cheiro. Tem também o “Jardim das Sensações”, espaço delimitado por cercas vivas que tem por objetivo sintetizar os elementos da natureza. Neste espaço, é permitido tocar nas plantas com mãos e pés a fim de sentir a texturas e estimular outros sentidos como olfato. Feito não só para deficientes físicos, o espaço incentiva o uso de vendas nos olhos para melhor percepção.

O parque oferece um espaço anexo com quadras de futebol e vôlei de areia, um velódromo e três quadras de tênis. Possui pista de caminhada, além de um espaço com equipamentos de tonificação muscular e alongamento. As trilhas por dentro da mata estão permanentemente fechadas ao público. Possui um bistrô, onde são vendidos salgados, picolés, refrigerantes, sucos e balas. Há uma loja de souvenir de Curitiba como camisetas, artigos de artesanato e canecas típicas, entre outros.

Capacidade: Não há registro

Crianças: Não tem área de lazer específica para crianças. Não é permitido andar de bicicleta

Área para fumantes: É proibido o uso de cigarro e derivados em ambientes fechados públicos ou privados no Estado do Paraná, inclusive fumódromos (Lei Antifumo)

Acesso para deficientes: Possui rampa de acesso sem auxílio de corrimão na entrada do parque. No “Jardim das Sensações”, há uma rampa com auxílio de corrimão. Não é possível ter acesso ao segundo andar da estufa, onde só há escadas. Possui banheiros equipados com corrimão

Estacionamento: Tem estacionamento gratuito em área aberta. Possui espaço para bicicletas e motos. Possui vagas exclusivas para deficientes físicos

Mais informações: Aberto em 1991. Não é permitida a entrada de bicicletas, com exceção do velódromo. Não possui câmeras de segurança. Não possui área para troca de fraldas. É permitido fotografar dentro de todo o parque, inclusive as salas de exposição do Museu Botânico Municipal. É permitida a entrada de cães apenas no espaço anexo, onde estão localizadas as canchas e o velódromo, com uso de coleiras e guias e também focinheiras para animais de mais de 20 kg ou raças consideradas perigosas como Mastim Napolitano, American Stafforshire, Pastor Alemão, Bull Terrier, Rottweiler, Fila Brasileiro e Doberman. É de responsabilidade do dono a limpeza de detritos gerados pelos animais. As trilhas em meio à mata nativa foram fechadas. Só é permitido acesso às trilhas para visitas escolares guiadas, que devem ser agendadas no Museu Botânico Municipal. Possui bebedouros. Possui dois banheiros femininos e dois masculinos. O parque é uma das paradas da Linha Turismo, ônibus de dois andares que circula pelos pontos turísticos da cidade, de terça a domingo, das 9h às 17h30, com saídas a cada 30 minutos

Outros telefones:

» (41) 3264-7365 (Sala de Educação Ambiental)

» (41) 3362-1800 (Museu Botânico Municipal)

» (41) 3218-2437 (Bistrô)

» (41) 3240-1116 (Gerência de Parques e Bosques de Curitiba)

» (41) 3352-8000 (Disque-Turismo)

» (41) 3350-9182 (Secretaria do Meio Ambiente de Curitiba)

Endereço: R. Engenheiro Ostoja Roguski, s/nº, Jardim Botânico, Curitiba, CEP: 80210390

Fonte: Gazeta do Povo

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

Rua Diogo Emanuel de Almeida, 234 - CEP: 84435-000 - GUAMIRANGA - Paraná

(42)3438-1148/3438-1157

prefeitura@guamiranga.pr.gov.br

Horário de Atendimento: Segunda à Sexta, das 08h às 12h - 13h às 17h

Última atualização do site: 23/05/2024 11:41:08