ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Três dias após terremoto, Chile tenta deter violência nas zonas mais afetadas
Presença militar vai ser ampliada nas regiões mais devastadas.Terremoto da madrugada de sábado matou pelo menos 723 pessoas
Terça-feira, 02 de março de 2010
 
 

O Chile amanhece nesta terça-feira (2) tentando deter a onda de saques e violência, intensificada nas últimas horas depois do terremoto de magnitude 8,8 que devastou parte do país na madrugada de sábado, matando ao menos 723 pessoas.

Os saques, esporádicos a princípio, se intensificaram nas últimas horas e se tornaram violentos, aumentando a angústia pela falta de alimentos e a situação de abandono em várias localidades.

 

O Chile recebe nesta terça a visita da secretária de Estado americana, Hillary Clinton, que chegará com uma ajuda solicitada pelo governo de Santiago, em particular 20 telefones por satélite.

O Brasil também enviará ajuda. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou o Chile na segunda-feira como mostra de solidariedade.

O governo chileno anunciou um balanço oficial de 723 mortos, mas admitiu que o número pode ser maior, pois várias localidades costeiras foram destruídas pelas ondas gigantes que se seguiram ao terremoto.

Em Concepción, 500 km ao sul da capital e epicentro da tragédia, a situação era crítica: ainda não foi implementado um canal de distribuição de alimentos e, apesar da forte presença militar nas ruas, os saques prosseguiam, agravados na segunda-feira por dois incêndios criminosos que afetaram um supermercado e uma loja de departamentos.

A violência também foi registradas em outras cidades, como na localidade costeira de Dichato, onde moradores denunciaram saques cometidos por pessoas vindas de outras regiões.

A situação obrigou o governo a adotar um toque de recolher em Concepción na noite del domingo, que foi repetido na noite de segunda-feira e ampliado para outras três cidades: Talca, Cauquenes e Constitución

Fonte: Do G1, com agências internacionais

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

Rua Diogo Emanuel de Almeida, 234 - CEP: 84435-000 - GUAMIRANGA - Paraná

(42)3438-1148/3438-1157

prefeitura@guamiranga.pr.gov.br

Horário de Atendimento: 08:00 às 12:00 - 13:00 às 17:00

Última atualização do site: 27/07/2022 16:17:42