ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Copa 2014
FIFA confirma jogos da Copa em Curitiba
Quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014
 
 

O secretário-geral da FIFA, Jérome Valcke, confirmou nesta terça-feira (18/02) que Curitiba será uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. O anúncio foi feito em Florianópolis, onde acontece o congresso técnico com treinadores de todas as seleções que disputarão o mundial no Brasil.

Sobre a perspectiva de conclusão das obras da Arena da Baixada, Valcke declarou que a formação de um comitê gestor permitiu colocar em prática um plano para que o estádio fique pronto a tempo de receber os jogos.

"Trata-se de uma corrida contra um prazo bastante curto e que exigirá monitoramento constante, mas estamos contando com o compromisso firmado pelo Atlético Paranaense, pela cidade de Curitiba e pelo estado do Paraná", declarou.

O governador Beto Richa disse que a decisão dos organizadores da Copa no Brasil - FIFA, Comitê Organizador Local e governo federal - demonstra respeito e confiança nas soluções encontradas para resolver os problemas enfrentados pela Arena da Baixada.

“Nunca duvidei que Curitiba estaria na Copa. Tudo que era preciso fazer para a conclusão do estádio foi feito e as obras seguirão aceleradas”, disse. “A Copa é importante para Curitiba e para o Paraná. Vai gerar emprego e renda e movimentar nossa economia”.

GARANTIAS - Richa destacou que o Clube Atlético Paranaense está acessando empréstimos para realizar as obras e o Estado dá suporte na formatação das operações de crédito através da Fomento Paraná, instituição financeira do governo estadual.

“Não há doação de dinheiro. São empréstimos liberados mediante garantias reais apresentadas pelo clube. São operações de crédito como as feitas normalmente para a realização de outros empreendimentos que pedem apoio do Estado”, explicou o governador.

AVANÇOS - Em janeiro, Valcke fez uma vistoria no estádio do Atlético e pediu que as obras fossem aceleradas para que Curitiba não corresse o risco de ficar fora da Copa. A partir disso, foi formada uma comissão integrada por representantes do governo estadual, prefeitura de Curitiba e do clube, com supervisão da FIFA, COL e governo federal.

“Houve avanços significativos a partir desta intervenção”, informa o coordenador-geral estadual para Assuntos da Copa 2014, Mario Celso Cunha. “Todos os compromissos firmados em janeiro foram superados”, completou.

Mario Celso destaca a conclusão da cobertura, a instalação do gramado, a colocação de mais de 15 mil cadeiras e as adequações no vestiário e nas entradas do estádio. “A obra avançou dois meses em poucas semanas”, avaliou.

AVALIAÇÃO - "Estamos muito satisfeitos que o plano de medidas acordado entre as partes esteja funcionando e que todos os envolvidos em Curitiba estejam trabalhando juntos num só ritmo e no rumo certo", declarou Luis Fernandes, secretário-executivo do Ministério do Esporte e coordenador do Grupo Executivo da Copa do Mundo (GECOPA). "É excelente ver o progresso significativo que foi feito desde a nossa última visita. Esta é uma cidade que vive e respira o futebol", acrescentou.

"Ainda há muito a ser feito, mas sempre estivemos confiantes de que Curitiba estaria pronta", apontou Ricardo Trade, CEO do Comitê Organizador Local (COL). "As medidas necessárias para que o estádio seja concluído em tempo para os testes foram implementadas, mas o monitoramento de perto é essencial já que não temos tempo a perder. Logo chegará o momento de pensar adiante, planejar os eventos-teste e finalizar os detalhes operacionais para a competição", concluiu.

EMPRÉSTIMOS - A Fomento Paraná foi a responsável por intermediar a operação de financiamento de R$ 131,1 milhões do programa ProCopa Arenas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A instituição também foi a responsável por contratar a auditoria que faz o acompanhamento da evolução do cronograma físico e financeiro da obra.

Como gestora do Fundo Desenvolvimento Econômico (FDE), a Fomento Paraná também disponibilizou um empréstimo ponte à CAP S.A. — entidade de propósito específico criada pelo Clube Atlético Paranaense para fazer a gestão das obras —, no valor de R$ 30 milhões, para que as obras pudessem ser iniciadas, em 2012. E pelo um terceiro financiamento, no valor de R$ 65,3 milhões, contratado em dezembro de 2013, para evolução das obras.

No momento, a Fomento Paraná trabalha na obtenção de novos recursos e na elaboração de um novo contrato de financiamento para a conclusão das obras do estádio. Esse contrato ainda depende do resultado da auditoria que está sendo feita no orçamento final da obra, apresentado pela CAP S.A., bem como da apresentação das garantias necessárias.

“É uma ação muito importante para a Fomento Paraná, porque na medida em que esses recursos começarem a voltar para o FDE, nos próximos anos, a instituição poderá reutilizá-lo para financiar os empreendedores paranaenses”, diz o presidente da Fomento, Juraci Barbosa.

“Em três anos já temos mais de 7.750 contratos com empreendedores da indústria, do comércio, do setor de serviços e da agroindústria, que representam cerca de R$ 130 milhões em dinheiro novo circulando na economia paranaense, atendendo principalmente os pequenos municípios e contribuindo com a geração de emprego e renda.”

Fonte: Agência Estadual de Notícias

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

Rua Diogo Emanuel de Almeida, 234 - CEP: 84435-000 - GUAMIRANGA - Paraná

(42)3438-1148/3438-1157

prefeitura@guamiranga.pr.gov.br

Horário de Atendimento: 08:00 às 12:00 - 13:00 às 17:00

Última atualização do site: 28/06/2022 13:54:55